artigos

Veja motivos para toda mulher assistir a um filme pornô

4 motivos para toda mulher assistir a um filme pornô

foto: getty images

Eu sei que é difícil ler esse título sem virar os olhos, mas me ouve (lê) primeiro.

Eu já tive essa discussão mais de uma vez, você talvez já tenha discutido também e certamente tem suas opiniões sobre o assunto. A exploração do sexo como forma de entretenimento não é novidade. O que também não é novidade é que, historicamente, a indústria pornográfica é uma industria machista. Os filmes eram, e muitos ainda são, produzidos por homens para homens. A mulher era tratada meramente como objeto para o prazer masculino. É justo, então, dizer que a pornografia criou expectativas irreais para alguns homens? Sim, sem dúvida.

Mas ouso dizer que os tempos mudaram. Movimentos de igualdade surgiram e cresceram na última década. Mulheres lutaram pelos seus direitos e conquistaram o merecido espaço, inclusive dentro da indústria pornográfica.

Eu admito que pornografia é um assunto que me fascina, por motivos além dos óbvios. Mas o porque é um assunto para outro dia. Hoje, meu trabalho é te convencer a dar uma chance pro maravilhoso mundo da pornografia. E eu te digo porque:

 

1. É EDUCATIVO

Eu certamente não sou o único que aprendeu muito vendo pornô. Sabe aquilo que a gente vê em filme hollywoodiano, a famosa “sex talk” com os filhos? Nunca rolou comigo. Aprendi na marra conversando com amigos e vendo putaria na TV a cabo de madrugada. “Ah, é ali que encaixa…”, “Caraca, elas curtem isso?”, “Ah, então essa posição é legal pra elas também?”, e por ai vai. Muita gente hoje ainda não se sente confortável com seu corpo e sua própria sexualidade. Isso reprime o prazer nos momentos de intimidade com outra pessoa. Você se sente desconfortável porque não sabe exatamente do que o outro gosta e sente medo de ser julgado pelo que você gosta, ou por falta de experiência.

Esse desconforto é uma barreira difícil de se vencer. E uma das melhores formas de se conhecer e explorar seus gostos e fantasias, sem risco de julgamento, é assistindo um bom filmão pornô. Se ainda não tem coragem de fazer entre 4 paredes, nada mais seguro do que a tela do seu computador.

Primeiro curte sozinha, depois tenta assistir a dois. Vai ser ótimo pra você, e também pra quem está com você, que vai te conhecer mais intimamente. Te garanto, depois de poucos minutos a atenção vai mudar de foco, e você vai colocar em prática o que estava assistindo.

2. É SAUDÁVEL

Se te excita, então qual é o problema? Admitir que gosta de sexo ainda é uma coisa muito difícil pra muita gente, e eu não tenho dados pra comprovar isso, mas arrisco dizer que é mais verdade ainda para mulheres. Por mais bizarro que seja, ainda existe um preconceito forte sobre mulheres que tem uma vida sexual ativa e que assumem isso.

Essa inibição restringe o auto conhecimento. Masturbação por exemplo, que é uma coisa super comum no universo masculino, ainda é tabu no universo feminino. Muita gente faz, mas quase ninguém admite. Não tem nada de errado em ver um filme pornô e achar legal, excitante. Relaxa e vai se curtir. Esse é um passo importante pra se conhecer melhor e potencializar a curtição a dois.

3. NÃO, PORNOGRAFIA NÃO É COISA SÓ PARA HOMENS

Tanto quem consome, quanto quem produz, hoje certamente a industria não é mais exclusivamente masculina. Não vou aqui citar dados de pesquisas aleatórias, mas existe sim um crescente interesse do público feminino por material de entretenimento adulto. O numero de mulheres consumindo esse tipo de conteúdo tem crescido, e eu não estou falando de assistir Game of Thrones, não, é filme pornô ralação explicita.

Por trás das câmeras, as coisas também mudaram um pouco. Temos atrizes se destacando como ícones fora do mundo pornô, mulheres que gerenciam suas próprias carreiras, e de outras, que produzem seu próprio conteúdo, e são bem sucedidas.

Cito aqui o caso da atriz Sasha Grey, que entrou na industria, diz ela, para explorar suas fantasias em um ambiente controlado. Passou por 4 anos de putaria intensa e se aposentou. Hoje em dia é escritora e já participou de produções para a TV e para o cinema atuando. Está longe de ser o ideal, mas não podemos mais dizer que pornografia é só pra homem.

4. TEM PARA TODOS OS GOSTOS

Nos últimos anos, percebemos uma quebra de paradigmas no que diz relação a beleza e sexualidade. Não vou dizer que os padrões estabelecidos mudaram completamente, magrinha com bundão e peitão ainda é destaque na capa da Playboy (se é que a galera ainda compra). Mas hoje, gostos e preferencias que fogem aos convencionais são mais aceitos.

Você tem liberdade pra curtir o que você quer curtir, seja uma suruba ou bondage. Mas curtir e botar em prática são duas coisas muito diferentes. As vezes você quer aprender mais sobre, ver como funciona, ou você quer só curtir sem fazer, ou prefere não fazer. Sei lá. Os motivos vão variar de pessoa pra pessoa.

Explorar suas fantasias não é uma coisa simples. E assistir a filmes poder fazer parte do seu processo e facilitar a transição pra uma coisa mais real. E não se preocupe, seja lá qual for sua fantasia, tem um filme pornô sobre o tema.

Esses são os principais motivos do porque eu acho que você deve assistir um filme pornô hoje, agora, mais tarde, todo dia ou quando quiser. A função mais básica da pornografia é ser uma válvula de escape. Não se sinta inibida por curtir assistir uma sacanagem na TV ou no computador, sozinha ou acompanhada. O que você faz na sua intimidade não diz respeito aos outros. Gostar de sexo faz de você uma pessoa normal, não pervertida. Quem diz o contrario é um(a) babaca.

Se você não sabe por onde começar, tenho duas indicações: X-ART e Erika Lust. Agora é só cair dentro (piada não intencional).

Fonte: superela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *